Arquivos do Blog

Mudamos para www.midiaria.com/blog

Estamos de casa nova!
Veja este post em http://www.midiaria.com/planejamento-estrategico-de-marketing/infografico-como-se-comporta-o-internauta-brasileiro-nas-midias-sociais

Mudamos para www.midiaria.com/blog

Estamos de casa nova!

Veja este post em http://www.midiaria.com/comunicacao-e-midias-sociais/infografico-os-maiores-ladroes-de-tempo-nos-ambientes-corporativos

 

Mudamos para www.midiaria.com/blog

Estamos de casa nova!
Veja este post em http://www.midiaria.com/comunicacao-e-midias-sociais/redes-sociais-estatisticas-2012-infografico

Universal Analytics: a evolução do Google Analytics

analyticsNo final de outubro, o Google realizou em sua sede na cidade de Moutain View o evento anual Google Analytics Summit, onde fizeram apresentações de diversas melhorias previstas para entrar em produção ao longo de 2013. O Google Analytics (GA)  já é utilizado em mais de 10 milhões de sites e 50% das empresas listadas na Fourtune 500 também o utilizam. Vem passando por uma evolução extremamente agressiva de 2001 para cá: relatórios de tempo real, funis multi-canal com modelos de atribuição, testes A/B com Content Experiments, relatórios sociais, novo monitoramento para aplicativos e segmentos para remarketing sã algumas das mais importantes evoluções implantadas nos últimos meses.

A maior novidade anunciada agora foi o Universal Analytics, considerada a mais importante atualização da ferramenta desde seu lançamento, em 2005. E o que caracteriza o Universal Analytics?

I) Uma grande mudança no conceito do produto

Será possível registrar no GA fatos ocorridos fora do ambiente digital. Qualquer sistema (não necessariamente um site ou um aplicativo móvel) poderá enviar informações que aparecerão nos relatórios do GA.

Por exemplo, um sistema de call center poderá informar, utilizando uma nova API, que um cliente fez uma compra por telefone. Com isto, no relatório do site poderemos analisar segmentos de visitantes do site que converteram off-line. Daí vem o nome Universal Analytics. Assim o GA ganha alguns ares de um sistema de CRM.

II) Uma grande mudança na técnica de captura dos dados

Para possibilitar as mudanças citadas acima, o GA se utilizará apenas de um cookie. Na versão atual diversas informações são arquivadas em cookies (ex: origem do tráfego, contador de visitas) e processadas pelo browser (‘sessionização’, ou seja, a identificação de quando inicia e termina cada sessão). Os desenvolvedores que acessam os cookies atuais para implementações ‘criativas’ vão ter problemas.

Em consequência, uma parte das configurações avançadas do GA deixará de ser feita no tagueamento do site e passará para a interface de administração, o que é ótimo.

III) Custom dimensions e Custom metrics

Atualmente a versão gratuita permite criarmos, no tagueamento das páginas, 5 variáveis personalizadas, para que sejam visualizadas em diversos relatórios. Agora este número subirá para 20 (200 na versão Premium!) e estas variáveis terão as mesmas possibilidades de visualização/segmentação que as demais dimensões e métricas padrão existentes no GA.

Qual a importância do Google Analytics para seu negócio?

Fonte: O Globo

 

%d blogueiros gostam disto: